Me falaram que o treinamento da APC seria chato e óbvio demais, mas eu nunca pensei que fosse à beira da imbecilidade.
Ao total foram 110 aupair, do mundo inteiro e haviam somente dois meninos e meio e mais meio menino. Entendeu? Explico, um meigo demais e o outro meio menino não era menino, era uma menina que andava como menino, tinha jeito de menino, voz de menino, se vestia como menino, acho que ela é transgenere.
As "polandesas" não eram nada simpáticas, fiz amizade com duas alemãs e uma sueca teve que me engolir durante as seis horas de voo para a Califórnia.
Algumas meninas têm um sotaque horrível, as meninas da A.central é impossível entender, sem falar nas tailandesas e as chinesas.
E por falar em chinesa, pqp, tinha uma do meu lado que soltou o maior peido do mundo, antes de constatar que era um eu olhei para o chão pra ver se foi alguma coisa que estava arrastando, mas era impossível sair um barulho daqueles com um chão de carpete, e ela ainda olhou para a mim como se fosse a coisa mais natural do mundo compartilhar o aroma.
Fiz amizades com algumas meninas que brilham no escuro (as branquelas européias) e no segundo dia durante os breaks algumas delas chegavam até a mim e perguntavam " Can I touch your hair?", depois que a primeira veio o resto tomou coragem e vinham nos outros breaks pedir para tocar no meu cabelo e diziam que ele era muito bonito e que nunca tinham visto um cabelo assim no país delas, só no clip do Jackson's Five. Pensa você que elas tocavam com timidez? Que nada! Quando eu autorizava colocavam as duas mãos nos meus cabelos e afofavam como se estivessem enfiando a mão em um monte de algodão e diziam "Oh, my godness it's very nice"

Ok, vou parando por aqui, estou sem saco hoje.

Aguarde continuação.