Chegamos no aeroporto de Dallas, no Texas, e é claro que pra não perder o costume a primeira coisa que eu fiz foi espirrar, e depois eu soltei um "Deus abençoe a América"...

Eu sei que isso não tem nada que ver com o assunto mas eu tenho que comentar. Meu, como os pernilongos daqui são resistentes, não morrem...

Voltando..
A Gabis riu do que eu disse após espirrar. Ah, a Gabis é um caso muito interessante, ela não fala nem "Hello" e conseguiu família. Como?!?! A teacher dela conversou com a família como se fosse ela (muito boa, Gabis, toca aqui \o).

Esperamos o shuttle nos levar até o Hotel Hilton. Uau, Hilton. Quando fiquei sabendo que me hospedaria no Hilton fiquei maravilhada, quando cheguei vi um hotelzinho pintado de cor de burro quando foge.
Você sabe qual é a cor do burro quando foge? Pois é, nem eu, e era essa a cor do Hilton, cor de nada com coisa nenhuma, e uma das letras, acredito que o N estava faltando no letreiro de ENTRADA, aí lascou a miséria mesmo, de longe eu lia Hilto e pensei "What's porra is this?"
Ok, pra completar a desgraça, o motorista começou a nos dar as malas do lado de fora mesmo, de qualquer jeito mesmo, foi quando uma mala imensa de uns 20 kg caiu no meu pé, por increça que parível eu não gritei,
O grupo das brasileiras foi o primeiro a chegar.
O quarto era dividido entre três, o meu medo era dividir um quarto com uma alemã ou uma européia branca demais, pô, eu gosto de dormir no escuro, e ficar com alguém iluminado demais do lado é ruim pra dormir.
Fiquei feliz quando descobri que minhas companheiras eram latinas, Colombia e Guatemala....