Minha mãe não estava presente em casa durante algumas semanas, ela estava no Rio, cuidando do meu avô e ele morreu logo em seguida.
Liguei para ela e disse que eu consegui meu visto, e pedi pra ela ir embora para casa o mais rápido possível, eu ainda não tinha contado nada para o meu pai, aliás, ele não sabia de absolutamente nada sobre o intercâmbio, somente que eu tinha feito a inscrição, eu não comentei nada com ele, é que ele gosta de contar as coisas pra todo mundo mesmo eu pedindo segredo, então, já que é um semi-segredo mais ninguém poderia saber.
Conclusão: Ele só ficou sabendo da minha viagem  uma semana antes do embarque...hahaha

Desde o começo eu não recebi muito apoio da minha mãe, justo, ela não conhecia o intercâmbio, tinha que ficar encucada mesmo. Então, certo dia ela me disse que entregou nas mãos de Deus, e que se fosse pra eu ir eu iria.
Depois que contei para alguns familiares, esse depois eu quis dizer um dia antes do embarque, e de 14 tios que eu tenho somente cinco tios e dois primos ficaram sabendo, a maioria apoiou muiiiito, mas um não gostou da ideia dizendo que eu tenho ensino superior, e bla, bla,bla, não precisa fazer isso. Alo, mas eu quero.beijo.

Fiz as minhas malas um dia antes, ou seja, uma mala grande e outra pequena.
A grande deu 18kg e a pequena 7kg. Levei quase nada, somente sapatos, troca de roupa para uma semana e muiiiiitas calcinhas e soutiens porque aqui não tem calcinha normal como no Brasil.

Let's go, Baby.